curva abc de estoque

Entenda o impacto da curva ABC de estoque no e-commerce e saiba como usar

A gestão de estoque pode ser o fator determinante entre o lucro ou o prejuízo de um negócio. Por isso, é muito importante saber quais são os produtos mais estratégicos para a sua loja virtual. E para ter uma empresa saudável, é fundamental entender como funciona o conceito da curva ABC de estoque. Essa metodologia é baseada na teoria do sociólogo e economista Vilfredo Pareto, a qual ficou conhecida como “curva de Pareto”.

Com esse método de classificação, é possível identificar os itens de maior impacto para os resultados da empresa. Segundo o conceito, 20% dos produtos de uma companhia são responsáveis por 80% do seu faturamento.

Portanto, ao utilizar a metodologia, você aprenderá a classificar os itens de seu estoque em três categorias: A, B e C. A primeira se refere aos produtos de maior valor. A segunda aos de médio valor. E a terceira aos de baixo valor.

Sabemos que controlar o estoque é um dos principais desafios de quem investe no e-commerce. Então, confira neste texto as dicas para manter seu negócio com um bom fluxo de caixa.

Como usar o método na prática

A curva ABC poderá ajudar a identificar quais produtos devem ser priorizados na estratégia de vendas do seu negócio. Ao colocar esses dados em um gráfico, eles formarão uma curva, por isso o nome do conceito.

Para começar a utilizar a curva ABC de estoque, siga o passo a passo abaixo:

  1. Primeiramente, identifique todos os seus itens e coloque o valor unitário por produto, quantidade vendida e o valor total por produto.
  2. Depois, defina um período para a análise. Pode ser a última semana, o mês, o trimestre, o semestre ou o ano, por exemplo. Ter esse parâmetro é importantíssimo.
  3. Na sequência, calcule a porcentagem da participação de cada um dos produtos nas vendas do seu e-commerce.
  4. Feito o cálculo, chegou a hora de dividir o valor total por produto pelo total de vendas da loja on-line.
  5. O próximo passo é organizar a planilha pelo valor total do produto. Logo depois, some os percentuais de cada item ao total acumulado anteriormente.
  6. Com os resultados, você poderá classificar cada produto em determinada categoria:
  • A: produtos responsáveis por até 80% das vendas
  • B: produtos responsáveis por até 15% das vendas
  • C: produtos responsáveis por até 5% das vendas

Da análise para a prática

De acordo com a curva ABC, os produtos A são os mais vendidos. Portanto, eles nunca podem faltar. Para que isso não ocorra, é imprescindível monitorar frequentemente a quantidade em estoque.

Desta forma, é importante nunca se esquecer de planejar a reposição desses itens com mais antecedência que dos demais.

O produto A é o que mais gera receita para o seu e-commerce. Além de fidelizar os clientes, ele também atrai novos consumidores para sua marca.

No entanto, não deixe de lado os produtos B e C. Esses itens, por mais que não tenham o mesmo valor agregado que o A, eles aumentam o ticket médio da sua loja on-line.

Para ilustrar a explicação acima, vamos colocar como exemplo uma loja que vende computadores. O produto A da empresa é, certamente, computadores, incluindo todos os modelos. Neste caso, os produtos B e C podem ser mouse, teclado, caixas de som, HDs, entre outros itens.

O computador será o produto que trará maior receita para o negócio. Porém, os outros artigos complementarão a venda.

Os impactos da curva ABC de estoque

A metodologia da curva ABC de estoque auxilia na tomada de decisão. A partir dos processos comparativos, identifica-se quais são os produtos que nunca poderão faltar nas prateleiras e quais devem ser comprados com cautela. Afinal de contas, estoque parado é dinheiro perdido.

Se você tem enfrentado esse problema no seu negócio, confira aqui como evitar o estoque parado e ter giro nesse setor.

O acompanhamento do volume de itens de uma empresa é tão importante que a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) calcula mensalmente o Índice de Estoque do varejo paulistano.

O indicador vai de zero a 200 pontos, representando, respectivamente, inadequação total e adequação total.

É por meio dessa análise que é possível identificar a percepção dos entrevistados sobre a gestão de seus estoques.

Assim sendo, para obter um controle correto dos itens de seu e-commerce, é necessário trocar a intuição pela técnica da curva ABC de estoque.

Diante disso, será possível monitorar o fluxo de produtos e criar um planejamento estratégico assertivo.

Gestão eficiente

Uma gestão eficiente de estoque influencia diretamente na prosperidade do negócio. Quando se utiliza o conceito da curva ABC, o impacto é de ponta a ponta.

Isso quer dizer que equilibra as compras, a estocagem e as entregas do negócio.

Com dados precisos, o empreendedor poderá incrementar o mix de produtos da sua loja virtual. Além de se antecipar a possíveis compras equivocadas.

Segundo uma pesquisa do Sebrae, são três as principais causas que determinam o encerramento de uma empresa nos seus cinco primeiros anos: falta de planejamento, má gestão empresarial e comportamento empreendedor. Isso significa que:

  • 46% dos empreendedores não sabiam o número de clientes que teriam
  • 39% não sabiam qual era o capital de giro necessário
  • 38% não sabiam o número de concorrentes que teriam

Não saber o capital de giro é um dos três motivos que determina o fechamento de uma empresa. Portanto, ter um bom controle do estoque implica diretamente em possibilitar vida longa ao e-commerce.

Dessa forma, o empreendedor conseguirá calcular o giro das mercadorias e aprimorar o processo de compras. Além de gerar menor pressão sobre o capital de giro do negócio.

Atente-se às mudanças

A curva ABC é uma ótima metodologia para a gestão adequada de seu estoque, mas vale lembrar que as empresas estão em constante mudança. Então, não se esqueça de revisar suas análises periodicamente. E se houver alteração de importância dos produtos, é necessário corrigir.

Entregas mais ágeis

Aplicando a curva ABC, o risco de rupturas no estoque é quase nulo. E devido a isso, a estruturação financeira melhora e a empresa produz mais e entrega mais rapidamente.

Com alta produtividade e definição de quais produtos são prioridades na lista de compra, o negócio tende a ser cada vez mais sustentável.

Falando em gestão e entregas ágeis, a +Envios é uma empresa especializada em logística. Com mais de 15 anos no mercado, ela oferece uma plataforma com soluções inteligentes para entregas em todo o Brasil.

Com a experiência de seus profissionais, a +Envios pode auxiliar empresas de todos os portes a conquistarem o sucesso do negócio.

Além disso, a +Envios compartilha inovação com outras empresas do grupo, como a OmniEnvios que soma inúmeros cases de sucesso.

Se quiser conhecer mais sobre a +Envios e a OmniEnvios, entre em contato conosco.

Aproveite também para fazer o download gratuito do infográfico com dicas para reduzir os custos com logística de lojas físicas e virtuais.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

CADASTRE-SE
PARA RECEBER
MAIS INFORMAÇÕES

Leia também