como aumentar as vendas no e-commerce

Como aumentar as vendas no e-commerce e melhorar o seu negócio

O ano de 2020, apesar de todos os percalços enfrentados na área da saúde e da economia,  foi um período de resiliência para os varejistas que surpreenderam a todos com o destaque das vendas pela internet. Devido à pandemia do novo coronavírus, inúmeros estabelecimentos tiveram que fechar suas portas durante o isolamento social. E o único jeito de manter o negócio funcionando foi migrar para as lojas on-line. Diante deste novo cenário, o comércio eletrônico ganhou ainda mais força. Se o número de consumidores conectados está crescendo, o de empresas também. E com tanta concorrência, vem a pergunta: como aumentar as vendas no e-commerce?

Para ganhar ainda mais visibilidade no mundo on-line, confira neste texto algumas dicas estratégicas.

Busque fretes econômicos

Para a maioria dos clientes, o melhor frete é o que é cobrado o menor valor. E, sem dúvida, esse é um diferencial competitivo. 

Segundo uma pesquisa da Moosend, de dezembro de 2020, cerca de 60% das desistências de compras acontecem devido aos gastos com o envio.

Portanto, para fidelizar seu cliente, não basta focar apenas no produto: é necessário oferecer ao consumidor uma jornada completa. A experiência do cliente (CX) passa pela pré-compra, consumo e pós-venda. 

E neste caminho está o frete. Uma boa opção, dependendo do seu ticket médio, é oferecer o frete grátis. Esta estratégia, além de aumentar o volume de vendas, é um chamariz para atrair novos clientes.

Mas vale ressaltar que esta ação, o frete grátis, não é recomendada para todos. Na hora de considerá-la, é primordial conferir a estrutura da empresa. Isso inclui o valor da mercadoria, estoque disponível e número de funcionários para atender aos pedidos.

Se essa não é uma opção para você, não se preocupe. Existem outras estratégias tão eficazes quanto esta.

  • Possibilite o rastreio interativo do produto. Isso é possível por meio do serviço de tracking, o qual garantirá tranquilidade para o consumidor;
  • Utilize o ship from store e diminua o prazo de entrega e os custos com o frete;
  • Tenha boas opções de envio e conte com soluções logísticas.

Lembre-se sempre de que o frete é um fator determinante para a fidelização do cliente. 

Então, não se esqueça de manter sua política de envio sempre atualizada e transparente.

Afinal, é importante que o consumidor tenha opções e que elas sejam de fácil acesso para ele.

Foque no aumento da taxa de conversão

Primeiramente, a taxa de conversão é a métrica que vai certificar de que suas estratégias de vendas estão funcionando. 

E para entender como aumentar as vendas no e-commerce, é fundamental acompanhar a taxa de conversão periodicamente. E é por meio dela que você saberá quanto tempo seu consumidor passa em cada etapa do funil de vendas. Isso inclui as fases de prospect, lead, oportunidade, negociação e venda. 

Nesse sentido, quando esse processo é analisado com atenção, fica fácil identificar se existe falha em alguma fase. 

Portanto, esse acompanhamento influência em toda a estratégia de marketing de sua empresa. Considerando desde o layout do site, incluindo posicionamento de botão, até questões legais, como a segurança da página. 

Para aumentar a taxa de conversão, siga as dicas abaixo:
  1. Conheça bem o seu público-alvo: traçar o perfil do consumidor vai além de vender o que ele procura, implica também em saber qual é o momento de compra em que ele está.
  2. Aposte em e-mail marketing: é importante se manter próximo do seu cliente e atualizá-lo sobre os produtos de sua empresa.
  3. Ofereça assinatura: essa nova modalidade de produtos ou serviços por assinatura tem gerado bons resultados na taxa de conversão.
  4. Faça kits promocionais: promoções como a ‘leve 3 e pague 2’ podem aumentar as taxas de conversão, já que o consumidor entende que está levando um item de graça.  
  5. Crie ações de cross selling: ofereça produtos para complementar a compra do cliente. Por exemplo, se ele estiver pesquisando um shampoo no seu e-commerce, ofereça o condicionador e uma máscara de tratamento capilar.
  6. Lembre-se do up selling: você também pode sugerir uma melhora na aquisição do cliente e, consequentemente, obter resultados mais positivos tanto na taxa de conversão quanto no aumento do ticket médio. Assim como o exemplo do shampoo, se a intenção do cliente é comprar um de 200ml, sugira a aquisição de um item de 400ml que compense no valor final aos olhos do cliente.
  7. Disponibilize frete grátis: estabeleça um valor mínimo de compra para que o consumidor possa obter o frete grátis.
  8. Use as redes sociais: além de possibilitar um ótimo alcance, essas mídias mapeiam com assertividade o seu público-alvo.
  9. Mantenha o site adequado para as compras: sempre que necessário, atualize o seu e-commerce com um layout responsivo. Ou seja, não se esqueça de que o cliente tem que conseguir comprar por qualquer dispositivo (computador, celular ou assistente virtual).

Em síntese, a taxa de conversão funciona como uma bússola para o negócio. É ela que apontará os gargalos e ajudará nas melhores tomadas de decisão. 

Aumente o número de marketplaces

O e-commerce brasileiro atingiu a marca histórica de mais de R$ 87 bilhões em vendas em 2020. O aumento no faturamento foi de 41% em comparação com 2019. Os dados foram divulgados pelo relatório Webshoppers, produzido pela Ebit l Nielsen. 

Além disso, quem também não ficou para trás foi o marketplace. Em 2020, o setor cresceu 52%, totalizando R$ 73,2 bilhões para a categoria.

Ao mesmo tempo, aproveitando esse ritmo acelerado do comércio eletrônico, investir em marketplace é uma ótima opção para aumentar suas vendas no e-commerce. 

De acordo com a pesquisa da Webshoppers, 13 milhões de pessoas passaram a comprar de forma online em 2020.  

E o marketplace funciona como uma loja virtual.  Portanto, ele reúne diversos fornecedores e os conecta diretamente com seus clientes. 

Nesse ínterim, buscando explicar como aumentar as vendas no e-commerce, o Sebrae apontou algumas vantagens de investir nesta categoria, os maketplace.

  • Todos os envolvidos têm vantagens: consumidor, lojista e operador do e-marketplace.
  • O pequeno lojista ganha visibilidade e diminui os gastos com publicidade. Além de acompanhar as métricas no e-marketplace.
  • Por sua vez, o operador do marketplace impulsiona sua receita por meio do comissionamento de vendas.
  • Enquanto que o consumidor final tem a chance de encontrar diversos produtos e preços em um único lugar.

Um grande número de marketplace é focado em vender diferentes tipos de produtos e serviços. Isso facilita a divulgação do seu produto para atingir consumidores de diferentes regiões do país. 

Mas se você preferir investir em um marketplace especializado, também é possível. 

Já existem diversas plataformas por segmento, como roupa, cosméticos, calçados entre outros. 

Faça uma melhor gestão das campanhas

Para promover o seu e-commerce é essencial ter uma campanha bem estruturada. Isso envolve focar no produto e preparar o seu site. 

É importante não esquecer de definir o objetivo de sua campanha. Muitas lojas realizam ações grandiosas, mas que nem sempre resultam em conversão de vendas. 

De acordo com especialistas no assunto, a principal característica de uma campanha bem gerenciada é a interatividade com o cliente e seu dinamismo. É dizer que, além de divulgar o produto, torna a marca conhecida e converte a ação em compra.

Desta forma, uma boa estratégia de vendas deve incluir público-alvo, linguagem compatível, período da campanha e produtos e valores. 

Para potencializar sua campanha no e-commerce invista em:
  • E-mail marketing: esta ação auxilia em várias etapas, incluindo até mesmo aquela em que o cliente não finalizou a compra;
  • Anúncios em redes sociais: bastante conhecidas como google ads e facebook ads. Essas plataformas segmentam bem o público-alvo;
  • Campanhas em datas sazonais: faça o planejamento de datas comemorativas e escolha o melhor período para o tipo de produto ou serviço que você oferece.

Por fim, não se esqueça de mensurar qualquer tipo de campanha que você realizar. Somente com a análise dos dados será possível certificar de que você traçou um bom plano de marketing. 

Em conclusão, para finalizar as dicas de como aumentar as vendas no e-commerce, o último ponto é a entrega ao cliente. 

Por isso, lembre-se também de sempre considerar muito bem a logística. A compra só termina quando o cliente recebe o produto em mãos e dá um retorno sobre sua experiência em toda a jornada. 

Se quiser saber mais sobre soluções inteligentes para logística, conheça os serviços da +Envios.

A +Envios é uma empresa especializada na gestão logística completa. Com anos de atuação no mercado, a companhia é parceira de inúmeras empresas e apoia no atendimento de centenas de clientes.

Entre em contato conosco e saiba mais sobre como podemos ajudar o seu negócio.

Aproveite e faça o download gratuito do infográfico com dicas para reduzir os custos com logística de lojas físicas e virtuais.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

CADASTRE-SE
PARA RECEBER
MAIS INFORMAÇÕES